Para quem não conhece o Nagios é uma poderosa ferramenta para monitoramento de servidores. Ele possui a capacidade de monitorar desde serviços até mesmo o hardware.

Antes de iniciar a instalação do Nagios gostaria de salientar que, neste artigo, não irei explicar como configurar os plugins.

A instalação do Nagios pode ser feita de 2 (duas) maneiras: pelo código fonte (nosso caso) ou via gerenciador de pacotes.

Nota1: para escrever este artigo foi utilizada a distribuição Fedora Core 11.

Parte 1 – Solucionando dependências
1. Instale o apache e o php
# yum install httpd
# yum install php

2. Instale um compilador C
# yum install gcc

3. Instale o email sender
# yum install mailx

4. Instale as bibliotecas gráficas
# yum install gd
# yum install gd-devel

Parte 2 – Instalando o Nagios
1. Crie um usuário para o nagios
# useradd –m nagios
# passwd nagios
# usermod –G nagios nagios

2. Crie o grupo nagcmd pois através dele que será possível submeter comandos externos pela interface web do nagios
# groupadd nagcmd
# usermod –G nagcmd nagios
# usermod –G nagcmd apache

3. Crie a pasta /opt/nagios-source
# mkdir /opt/nagios-source
# cd /opt/nagios-source

4. Efetue o download do Nagios (neste artigo, utilizamos a versão 3.1.2)
# wget http://prdownloads.sourceforge.net/sourceforge/nagios/nagios-3.1.2.tar.gz

5. Descompacte o conteúdo
# tar -zxvf nagios-3.1.2.tar.gz
# cd nagios-3.1.2/

6. Verifique as dependências do Nagios
# ./configure --with-command-group=nagcmd

7. Compile o Nagios (caso não haja nenhum erro na etapa anterior)
# make all

8. Instale o Nagios (caso não haja nenhum erro na etapa anterior)
# make install

9. Instale os scripts de inicialização do Nagios
# make install-init

10. Instale os arquivos de exemplo de configuração
# make install-config

11. Instale o arquivo que dará as permissões corretas nas pastas
# make install-commandmode

12. Instale os arquivos de configuração Web (para configurar o apache)
# make install-webconf

13. Defina a senha de acesso para a página do Nagios
# htpasswd –c /usr/local/nagios/etc/htpasswd.users nagiosadmin

14. Inclua o serviço do Nagios no boot do equipamento
# chkconfig --add nagios
# chkconfig --level 345 nagios on

15. Reinicie o apache
# service httpd restart

16. Inicie o serviço do Nagios
# service nagios start

17. Crie um link simbólico para facilitar a execução do nagios
# ln -s /usr/local/nagios/bin/nagios /usr/local/bin

Parte 3 – Instalando os plugins

1. Acesse a pasta /opt/nagios-source criada anteriormente
# cd /opt/nagios-source

2. Efetue o download do Nagios Plugin (neste artigo, utilizamos a versão 1.4.13)
# wget http://prdownloads.sourceforge.net/sourceforge/nagiosplug/nagios-plugins-1.4.13.tar.gz

3. Descompacte o conteúdo
# tar -zxvf nagios-plugins-1.4.13.tar.gz
# cd nagios-plugins-1.4.13/

4. Verifique as dependências do Nagios Plugin
# ./configure --with-nagios-user=nagios --with-nagios-group=nagios

5. Compile o Nagios Plugin (caso não haja nenhum erro na etapa anterior)
# make all

6. Instale o Nagios Plugin (caso não haja nenhum erro na etapa anterior)
# make install

Pronto. Seu Nagios já está devidamente instalado.
Dúvidas, sugestões, críticas ou correções entre em contato.

Obs: Caso você tenha problemas com o statusmap.cgi, execute os seguintes passos:

1. Volte para a pasta do fonte do Nagios e limpe o cache de instalação:
# cd /opt/nagios-source/nagios-3.1.2
# make devclean

2. Reconfigure antes de compilar apontando o caminho das bibliotecas do sistema
# ./configure --with-gd-lib=/usr/lib --with-gd-inc=/usr/include

3. Reconfigure o grupo do command do Nagios
# ./configure --with-command-group=nagcmd

4. Compile tudo novamente
# make all; make install; make install-init; make install-config; make install-commandmode; make install-webconf